domingo, agosto 26, 2007

O testamento de D.Afonso Henriques

  • São factos do ano de 1179 a concessão dos forais dados por D.Afonso Henriques às cidades de Lisboa, Santarém e Coimbra, todas em Maio desse anos. 32 anos depois da conquista das duas primeiras, achava D.Afonso que as principais cidades do Reino podiam finalmente aspirar ter a sua própria administração.
  • Poucos meses antes dessa concessão, D.Afonso Henriques já com cerca de 70 anos entende chegada a hora de redigir o seu próprio testamento. Existem duas versões a primeira delas com data de Fevereiro desse ano e outra sem data mas não muito diferente da versão referida.
  • Esse testamento refere apenas os legados em dinheiro a instituições religiosas, reflectindo as suas preocupações, normais na época de associar essas dádivas à salvação da alma.
  • Revelador contudo foi a preocupação de distinguir as instituições em si mesmo e não os respectivos chefes, não beneficia bispos, ou as dioceses, contempla as obras das catedrais. Destina dinheiro para pobres e para hospitais de doentes peregrinos e viajantes.
  • Dá dinheiro para a recentemente criada Ordem de Évora, encarregada de defender a zona mais avançada do Reino, mas nada concede aos Templários, nem para os de Santiago, cujos rendimentos sabia bem elevados.
  • Testamento portanto também ele revelador do seu carácter.

4 comentários:

paula travelho disse...

Ola
Gostei imenso do seu blog.
Muitos Parabéns.

Paula Travelho

lfm disse...

Paula

Muito obrigado pelo seu comentário.

Estes blogues são resultado da paixão que tenho por estes temas.

São mais generalistas do que parecem, porque neles cabe tudo o que possa ter acontecido no seu tempo de vida (1109-1185)

Esão abertos aos comentários que entenderem fazer

Luís Maia

Pedro disse...

Bom dia, podia-me informar onde se encontra o testamento de Afonso Henriques.

Muito obrigado e parabéns pelo excelente blog.

Pedro

Anónimo disse...

Por favor, pode enviar-me transcrição em latim e português do Testamento de D. Afonso Henriques? Pagarei o que for necessário.
altinocardoso@sapo.pt - 219208188+919487766