terça-feira, janeiro 29, 2008

Cistercienses em Portugal(1144)

  • Os cistercienses instalam-se em Portugal

A Ordem de Cister, fundada em 1098 por S. Roberto, defendia um regresso à pureza e ao despojamento originais do cristianismo, através de uma reforma profunda da organização e vivência monásticas.

Sob a direcção de Bernardo de Claraval, a ordem chegou a Portugal em 1144, data da fundação do Convento de S. João de Tarouca.

O Mosteiro de S. João de Tarouca é um dos mais interessantes de toda a região do Douro Sul.

Está classificado Monumento Nacional. A Igreja foi reconstruída no sec. XVI e dessa época guarda valiosos tesouros, entre os quais se destacam os dez belíssimos altares de traça renascentista, o quadro de S. Pedro, os painéis de azulejo alusivos à fundação do Mosteiro e as esculturas.

O Mosteiro de Santa Maria de Salzedas é outra jóia da arquitectura românica, estritamente ligada aos primeiros tempos da fundação da Nacionalidade.

Num rápido crescimento motivado pela protecção régia de que gozava, e que via nos monges de Císter um meio ideal de fortalecer a fixação e o povoamento de um território ainda em formação, a ordem chegou a ter mais de trinta mosteiros em Portugal, alguns deles riquíssimos testemunhos da produção artística nacional ao longo de vários séculos.

Outros acontecimentos em Portugal
  • Abril,30-A aceitação papal da homenagem de D.Afonso Henriques
Já feita depois da morte do papa Celestino II, pelo novo papa Lúcio II, eu muito embora aceite o censo anual prometido, mas concede apenas o título de dux a D.Afonso Henriques

Ler mais clicando abaixo

Devontionem tuam-A resposta do Papa
  • Ataque muçulmano a Soure
Lê-se na Vida de S. Martinho de Soure, escrita por um monge do séc. XIII, que era um homem de grande coração e muito querido dos seus paroquianos.

Segundo o cronista, em 1144, o governador de Santarém Abu-Zakaria ocupou Soure, que destruiu e levou cativa parte da população para Santarém

Soure-O último ataque muçulmano

Outros acontecimentos fora de Portugal
  • Março,08-Morte do 166º Papa Celestino II, substituído por Lúcio II
Era conhecido pelo apelido carinhoso de "trabalhador de Deus" e sempre que empreendia uma viajem pastoral pela província romana, os populares diziam "lá vai a águia sobrevoar seu o planalto em volta de seu ninho". Editou uma colecção de ordenações que mais tarde seriam úteis para classificar os pontífices que foram seus antecessores e os seus póstumos.

Sem comentários: