sábado, março 15, 2008

Restauração das dioceses de Viseu e Lamego

Restauração por D.Afonso Henriques a conselho de D.João Peculiar arcebispo de Braga, das diocese de Lisboa,

Gilberto e Hastings-bispo de Lisboa

de Viseu

Mudando frequentemente de mãos, ora em poder de cristãos, ora de maometanos, apenas no ano 1058 a cidade de Viseu, graças à arremetida vitoriosa de Fernando Magno, rei de Leão, logrou recuperar, definitivamente, a sua liberdade. Mas tão desmantelada ficou , foram tão fundas as feridas da rude ofensiva leonesa, que somente em 1147/1148- cem anos após a reconquista...- estava a Diocese em condições de sustentar bispo próprio.

Durante tão longo interregno pontifical, foi a Dioceses governada pelos Bispos de Coimbra, por intermédio de Priores, o mais célebre dos quais, pelas suas virtudes foi S. Teotónio, patrono actual da Cidade.



e Lamego,

O primeiro prelado foi D. Mendo, que assistiu ao concílio provincial celebrado em Braga, nesse ano. A diocese de Lamego tem a particularidade da cidade da sua sede não constituir capital do distrito, sendo o único caso em Portugal onde isto acontece

pertencentes outrora à metrópole de Mérida e portanto seriam sufragâneas de Santiago de Compostela.

Os bispos foram sagrados pelo arcebispo de Braga o que suscitou o protesto de Afonso VII, junto da cúria romana.

  • Nascimento de D.Urraca 2ª filha legítima de D.Afonso Henriques e D.Mafalda
Futura Rainha de Leão pelo seu casamento com Fernando II


Sem comentários: